<body>

Deixa com o Beque !!

sábado, novembro 03, 2001

O governo de Portugal acaba de fechar todas as escolas do país devido à ameaça de contaminação pelo vírus Antrax.
Segundo informações da polícia local, foi encontrado um misterioso pó branco embaixo do quadro-negro de todas as escolas...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:14 PM




Dou o braço a torcer. Ela é bonita prá caralho !!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:11 PM


"Os EUA avisam por transmissão de rádio aos civis afegãos que sacos de comida são quadrados e bombas que não explodiram são redondas, mas ambas são amarelas."

*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:09 PM


Se eu pudesse viver novamente a minha vida,
na próxima trataria de cometer mais erros.
Não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais.
Seria mais tolo ainda do que tenho sido;
na verdade, bem poucas pessoas levariam a sério.
Seria menos higiênico. Correria mais riscos,
viajaria mais, contemplaria mais entardeceres,
subiria mais montanhas, nadaria mais rios.
Iria a mais lugares onde nunca fui,
tomaria mais sorvete e menos lentilha,
teria mais problemas reais e menos imaginários.
Eu fui uma dessas pessoas que viveu
sensata e produtivamente cada minuto da sua vida.
Claro que tive momentos de alegria.
Mas, se pudesse voltar a viver,
trataria de ter somente bons momentos.
Porque, se não sabem, disso é feito a vida:
só de momentos - não percas o agora.
Eu era um desses que nunca ia a parte alguma
sem um termômetro, uma bolsa de água quente,
um guarda-chuva e um pára-quedas;
se voltasse a viver, viajaria mais leve.
Se eu pudesse voltar a viver,
começaria a andar descalço no começo da primavera
e continuaria assim até o fim do outono.
Daria mais voltas na minha rua,
contemplaria mais amanheceres
e brincaria com mais crianças,
se tivesse outra vez uma vida pela frente...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:05 PM





Site bizarro é o "
Cut off my Feet"... Essa é a página de um cara que chama Paul e vai amputar os pés numa guilhotina construída por ele mesmo. Quem quiser assistir a performance ao vivo no dia 30 de novembro, via webcam, tem que pagar vinte dólares. Na página, o cara conta a história dele e porque teve essa idéia de amputar os pés. Na real ele sofreu um acidente em 1986 e ficou paralítico da cintura para baixo. Aí o seguro saúde do cara se recusou a amputá-lo para que ele colocasse uma prótese. Revoltado ele resolveu fazer tudo sozinho e se lançou na internet para arrecadar uma grana. É uma coisa muito freak isso. Eu não quero ver não. Ainda mais por 20 doleta. Mas tomara que de certo.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 4:39 PM




Quer vender sua alma para o Diabo ?? Na Internet, se você tem US$20, é possível ....

*Publicado por Dhuvi-Luvio 2:41 PM


sexta-feira, novembro 02, 2001


Na manhã de 28/jul/1945, havia uma densa neblina cobrindo tudo. Às 09:45, uma explosão sacudiu o arranha-céu de 102 andares. Um bombardeiro B-25, com três tripulantes, deveria pousar no aeroporto de La Guardia, NY; pela má visibilidade, ele rumava para New Jersey, p/ o aeroporto de Newark. O bimotor voava baixo, numa velocidade acima de 300 mph (~480 km/h); quando o piloto viu-se diante do prédio, tentou desviar, mas atingiu os 78º e 79º andares. Após o impacto, um dos motores caiu no poço do elevador, iniciando um incêndio no porão. Onze pessoas que estavam nos andares atingidos morreram, nove outros sofreram graves queimaduras, causadas pelo combustível.


Ernie Sisto, o fotógrafo, pediu que dois colegas segurassem suas pernas e pendurou-se no parapeito, esticando nos braços a imensa câmera 4x5 Speed Graphic, e tirou a dramática foto usando uma lente grande-angular. (da Cora)

*Publicado por Dhuvi-Luvio 8:02 PM




Aqui um site para as mulheres passarem horas e horas. São várias combinações de roupas, sapatos, etc... a fim de se montar uma boneca a gosto da freguesa...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:41 PM





Se você precisa avisar alguém que esta pessoa tem hábitos horríveis, cheira mal, é bafão, exagera no perfume ruim, peida quieto, foge na hora de pagar a conta, é puxa-saco e algumas outras coisitas que são difícies de falar: acabaram os seus problemas !! O site acima da conta do recado e faz isso por você, basta dizer quem é o "felizardo". É claro que você continuará anônimo...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:35 PM






quinta-feira, novembro 01, 2001



Esta maravilha de cidade é UMU (Umuarama-Paraná) a cidade onde eu nasci e onde a galera se reunirá neste feriado prolongado (menos eu). Minha casa é aquela ali na foto com telhado marrom.


A cidade foi emancipada em julho de 1960, ou seja, é quase da minha idade, e era mais ou menos assim nessa época (foto acima). Dá para verificar através deste plano aéreo que a cidade foi planejada.


Meu avô foi um dos colonizadores e é o cara que está de chapéu na foto acima. O cachorro que aparece na foto infelizmente já faleceu.

Embora muita gente ache que o nome quer dizer amizade, na verdade na língua Tupi significa lugar alto e ensolarado. Faz sentido !!

A cidade fica no noroeste do Paraná a 625 Km de Curitiba. De carro dá umas 7 horas de viagem, de avião (já tem vôo) uma hora e meia. Hoje a cidade comporta aproximadamente 85.000 pessoas e possui um PIB de 157 milhões de dólares. E chega...

Portanto pessoal, aproveitem bem a estadia e a companhia da vovó Maria (nossa, quanta rima, bicho !). Mandou !!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:25 PM





CASA DA MÃE JOANA
Chacrinha estava certo. Na televisão nada se cria, tudo se copia. O SBT radicalizou e clonou o Big Brother, um reality show americano cujos direitos no Brasil já estavam comprados pela Globo. Botou no ar, domingo, em cima do Fantástico, o Casa dos Artistas. Um punhado de pessoas dentro de uma casa com câmeras filmando até no banheiro. Parece que do ponto de vista jurídico não tem saída. A Globo está certa. Pagou os royalties pela idéia. Nesta quarta-feira, depois de exibido durante três noites e fazer estragos na programação global, batendo a audiência do Fantástico, o Casa dos Artistas foi impedido de ir ao ar. Você já tinha visto a miséria moral dos pobres no Ratinho. Casa dos Artistas, protagonizada por 12 pessoas que já tiveram bem mais que seus 15 minutos, entre eles Alexandre Frota, Supla, Nana Gouveia, Taiguara e Mari Alexandre, flagra a grossura classe média em sua forma mais vulgar e r! epugnante. O Brasil dos lutadores de jiu-jitsu com pitbull sem focinheira, das mulheres de QI siliconado, todos cheios de tatuagem, o Brasil branco urbano mostra sua cara assustadoramente burra.

A idéia é, ou era, deixar o grupo durante 45 dias dentro da tal casa. Aos poucos, o critério não foi divulgado, iriam ocorrendo as eliminações. Você já viu algo parecido. No Limite estreou sua terceira versão no domingo, na Globo, com as mesmas gincanas bobas e a torcida da produção para que seus anônimos se desentendam no meio da floresta. No primeiro programa, tédio. No segundo, parece que será servido um banquete de minhocas. Nojo. Casa dos Artistas aposta na mesma animalidade humana, mas com algo mais cruel. Na casa-jaula não é preciso joguinhos para ver quem acende a tocha primeiro, uma das provas de No Limite no domingo passado. As diferenças no SBT serão acirradas pela simples convivência, essa desumanidade diária que nos aflige no lar ou no escritório. Quem viu a performance de Alexandre Frota exibindo suas façanhas machas aos cinco companheiros da casa, sabe que uma minhoca desce muito bem.

O tal Alexandre, o corpo grotescamente deformado, conta a sua platéia embevecida como deu um "passapé", uma rasteira, em pleno sambódromo carioca, na vedete-cantora Regininha Poltergeist (o sobrenome é apagado por um sinal sonoro). "Uma canalhice", ele reconhece. A pobre coitada é chamada de bêbada, ridicularizada e é a vítima de uma história de Alexandre atrás de mulheres. Qualquer uma. "Pô, aí mermão, todo dia tenho que passar o cerolete numa, eu me conheço", diz para a galera de machões que desaba em gargalhadas. Todos se coçam, todos andam com as pernas abertas, todos falam gritando, todos riem como hienas, todos pontuam suas frases com palavrões, principalmente Supla, o filho da prefeita, que esperava a qualquer momento a chegada de um helicóptero mandado pela mãe. O Brasil cafajeste inteirinho no seu vídeo, visto pelo buraco da fechadura – que por sinal, fica desenhada o tempo todo num dos cantos da tela. No primeiro capítulo Alexandre Frota tomou banho inteiramente nu.

As mulheres ainda não haviam mostrado muito do que são capazes quando o programa foi retirado do ar. Uma confessa ter sido traída pelo namorado. Outra abaixa a calcinha, tenta se esconder de uma câmera pela direita, mas é alcançada pela que está de frente enquanto passa um creme nos glúteos. Haja creme. São todas donas de peças avantajadas, pepônias monumentais e se balançam histéricas quando um dos rapazes falava meia dúzia de palavras em italiano. "Who let the dogs out", grita a loura número três enquanto a número quatro responde "uh, uh, uh" num pretenso rap. A loura número cinco é mostrada chorando abraçada com um bonequinho careca. Todas de calcinha ou short apertado. O grupo parece ter sido escolhido numa mesma academia de ginástica e isso marca um dos erros da produção. São apenas bundas e botoxes desarticulados, ignorantes do que seja desarticulado ou qualquer outra palavra com mais de três sílabas. Se quem come açaí está assim, imagina os que traçam minhoca. Casa dos Artistas, com sua vulgaridade explícita, é essa imensa Casa da Mãe Joana que habitamos todos.

Leia mais
aqui no NO

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:42 PM


terça-feira, outubro 30, 2001

Quer proteger as torres ?? Então atire nos aviões...

Espere carregar (demora um pouquinho)...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 11:38 PM




Acreditem: é possível mesmo comprar qualquer coisa pela Internet. Até drogas...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 11:34 PM







O Free Jazz Festival foi uma merda só. Não foi free, não teve jazz e nem mesmo foi um festival...Virou um point de azaração dos "sem-ingresso" que ficavam amontoados em um espaço minúsculo para a multidão que não queria pagar para ver aqueles "sem-som" tocando lá dentro. Muita gente teve o carro arrombado depois de pagar R$10 (dez real, sangue !!) ao flanelão, porque os flanelinhas mesmos foram expulsos pelos brutamontes que praticamente "exigiam" que o pagamento deveria ser antecipado. Deu no que deu. TOOOOMMAAA !!!!!!

PS1: eu não fui. Assisti no Multishow e não gostei...
PS2: clique no logotipo acima e veja a cara do negão pedindo para parar a música, pelo amor de Deus...Fala sério, aí !!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:19 PM




Já que eu falei de conto no Haikai acima, se você não quer ser logrado pelos vigaristas de plantão, vá até o site acima e aprenda a não passar por otário com os 50 principais contos-do-vigário mais utilizados no país.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:04 PM







segunda-feira, outubro 29, 2001

TECNOLOGIA DE PONTA
Quando a NASA começou a enviar astronautas para o espaço, percebeu que as canetas esferográficas comuns não funcionavam em condições de gravidade zero. Para resolver o problema, pôs um time de cientistas para trabalhar. Eles realizaram estudos orçados em cerca de 12 bilhões de dólares e, em menos de dez anos, desenvolveram uma caneta especial, capaz de escrever em gravidade zero, de de cabeça pra baixo, debaixo d'água e a temperaturas que vão dos 20 graus negativos até os 180 positivos, e em praticamente todas as superfícies, inclusive vidro. Uma versão mais modesta desta caneta, aliás, é a tal Space Pen que volta e meia a gente vê anunciada em canais de telecompras.

Já os russos nunca tiveram este problema. Eles usam lápis. (da Cora)

*Publicado por Dhuvi-Luvio 8:49 PM





UM SEGUNDO JÁ PASSOU

Uma pergunta capciosa: é o tempo que passa para os seres humanos ou são os seres humanos que passam pelo tempo? Um sujeito mais apressado, já antecipando alguma artimanha lógica, de pronto responderia: "A opção correta obviamente é a primeira -tal qual um rio, é o tempo que passa por nós, rumando sempre numa única direção, para o futuro". Não é bem assim. Por absurdo que pareça, são as coisas que viajam pelo tempo, e não o tempo que passa por elas. Essa peculiaridade sugere a possibilidade de inverter o sentido do tempo e fazer uma jornada ao passado. Trabalhando no problema está uma equipe liderada pelo físico brasileiro Mário Novello, do CBPF (Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas), no Rio de Janeiro. Quem sugeriu teoricamente essa possibilidade a partir da natureza contra-intuitiva do tempo foi Albert Einstein. Uma das coisas que sua teoria da relatividade mostra é que a noção "temporal" do tempo é ilusória. Na realidade, o que os seres humanos entendem como sua passagem nada mais é do que mais uma dimensão de um espaço não com três dimensões (altura, profundidade e largura), mas com quatro. Estariam, portanto, todas as coisas sendo atiradas pelo tempo (assim como podem ser atiradas em qualquer dimensão espacial) numa direção determinada, ao futuro -impulsionadas por uma força chamada gravidade. A gravidade, por sua vez, seria apenas um reflexo tridimensional de uma curvatura no espaço de quatro dimensões, sendo o tempo uma delas. Essa curvatura é produzida pela presença de corpos maciços no espaço, como átomos, pessoas, planetas e estrelas. A curvatura produzida no espaço por uma pessoa é insignificante, mas para objetos maiores, como planetas e estrelas, o efeito é bem notável: o tempo anda mais depressa no alto de um prédio do que no subsolo, em razão da distância que guarda do centro da Terra (experimentos com relógios atômicos de alta precisão já demonstraram essa propriedade). Em resumo: essa constatação mostra que é possível ao menos alterar a velocidade com que as coisas viajam pelo tempo. A pergunta que surge a seguir é: se são os humanos, então, que transitam pelo tempo, e se é possível determinar em que ritmo eles fazem isso, seria possível também escolher em que direção eles viajam, invertendo a direção do tempo? Em tese, sim. Mas a quantidade de gravidade necessária para alterar a estrutura do espaço-tempo nessa escala é tão grande que seria inimaginável conceber qualquer experimento que demonstrasse essa possibilidade. Para alguma coisa viajar no tempo rumo ao passado, propelida pela força gravitacional, seria preciso topar com um buraco negro -estrela extremamente maciça que entrou em colapso-, ou com algum buraco de minhoca -idéia que ainda vive no plano especulativo da física e representa uma distorção gravitacional que une dois pontos distantes do espaço-tempo. Mais importante que encontrá-los, seria preciso trespassá-los -e sobreviver para contar a história. Trocando em miúdos, o uso da gravidade não é um meio prático de viajar no tempo. Ah, tá !!!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:53 PM






Veja o quanto os japoneses podem ser libertinos...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:40 PM




Você fatalmente conhece Charles Bukowski, né ?? O cara é um daqueles gênios que nasce a cada mil anos...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:27 PM



Dez maneiras de terminar um namoro:

1) Comece com o tradicional "não sei como te falar isso, mas a verdade é que eu sou um otário, e tenho que te contar algumas coisas", demonstrando assim que ela não está perdendo grandes coisas (que você é um otário ela já vai estar cansada de saber depois do fim do namoro de qualquer forma, e desse jeito você ainda demonstra que não tem um pingo de criatividade);
2) Numa reunião de amigos você diz: todo mundo que está namorando levante a mão, não, você não, querida;
3) Pergunte se ela tem alguma amiga interessante pra lhe apresentar;
4) Ligue falando que já que vocês não vão se ver nunca mais, ela bem que podia mandar suas coisas;
5) Escreva uma carta dizendo: querida, seu gato subiu no telhado (requer conhecimento de piadas clássicas);
6) Recomende a ela, como programa pro fim de semana, a ida a um bar que você acabou de conhecer, só para solteiros;
7) Fale das vantagens de não ter que sair por aí desesperado a cata dum presente pro dia dos namorados;
8) Dê de presente um disco da Maísa, dizendo "você vai precisar...".
9) Diga o que você realmente pensa da família dela;
10) Escreva um "10 maneiras" a esse respeito e diga para ela escolher;

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:01 PM




Nome : Dhuvi-Lúvio
Local: Batel-Pr
Email para mim


EM CURITIBA

Links
Antigos

Powered by Blogger
Site Meter