<body>

Deixa com o Beque !!

sábado, maio 04, 2002

*Publicado por Dhuvi-Luvio 1:24 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 1:20 PM


Vida é Doce

- Sabe, eu tentei ser sublime por uns meses. Eu tentei não parar pra pensar e eu não parei, porra. Em momento algum. Mas eu não tirei nada disso, exceto alguns vermes e cicatrizes no meu pau. Isso vale a pena? E quem foi que disse que a vida é doce?
- Então pára com isso.
- E depois fica o quê?
- Nada. É a mesma coisa com pessoas que não te acrescentam nada. Pra quê?
- Não sei.
- A vida não é doce. É curta. Isso não significa que devemos gastá-la com o maior numero de pessoas possível.
- Eu tenho me achado medíocre. Se pra escrever eu preciso fazer pesquisa de escritor com a minha vida, questiono o meu talento. O meu e o de todo esse povinho que acha que escreve. Eu tenho achado isso tudo uma boa merda.
- Você escreveu coisas boas e outras nem tanto. Como todo mundo.
- Viver na velocidade do pensamento... Eu me tornei um animal tão espontâneo que, porra, não consigo mais escrever. Mais nada.
- Muita tipice sua. Sossega o facho.
- Eu tô abrindo muitas portas. Isso é o que você não percebe. Eu só abro. Não sei se vou conseguir fechá-las algum dia. E isso é assustador.
- É desnecessário. Você não é criança... Não é idiota.
- Mas até que ponto eu não preciso disso? Até que ponto eu não preciso dessa sensação de onipotência? É patético. Eu estou viciado em algo que não sei. Eu estou viciado em possibilidades, no acaso encontrado, no platônico realizado... No pretérito imperfeito do subjuntivo.
- Na sensação de comer mais alguém. E ponto.
- Será que é só isso? Comer?
- Alguém novo todo dia.
- Mas não é só a foda. Você sabe disso.
- Tá... A chegada junto. A ilusão de novas possibilidades...
- É mais que isso. Ternura, sublimação... Soa ridículo, mas é mais metafísico do que parece.
- Se eu trepo com alguém que não tem nada a ver comigo não vejo nada de ternura ou de sublime.
- Mas eu tenho a ver com todas. Isso é o que mais dói.
- Depois eu é quem sou carente... Você não tem a ver com todas. Bolina, fode, dá em cima... Nada mais. Mas quer achar e acaba achando que tem.
- Será que eu não tenho? Será que eu tenho isso com alguém?
- Com alguém sim... Com todas? Dificilmente.
- Mas eu poderia. Eu poderia ter qualquer coisa que eu quisesse... Eu poderia... Tudo.

===
Não existe autonomia, eu não tenho poder algum. Eu só existo ali, no piquenique, nas suas conversas e lembranças, eu só existo em ser algo a que vocês vão recorrer em algum ponto, eu só me justifico nisso, eu só me sinto assim. Essa procura pelo meu reflexo dentro dos seus olhos representa caos - eu estou sempre disposto a largar tudo e me perder dentro do espelho. Eu estou sempre abrindo portas e jogando tudo pra depois, perdido entre lençóis sujos, cabelos pintados e uma infinidade de cheiros de mulher. Perdido entre uma vontade enorme de abraçar todas vocês e um enorme medo de perder tudo isso que eu quase-tenho.
===

*Publicado por Dhuvi-Luvio 1:18 PM




*Publicado por Dhuvi-Luvio 1:11 PM


by: charles bukowski

I can see myself now
after all these suicide days and nights,
being wheeled out of one of those sterile rest homes
(of course, this is only if I get famous and lucky)
by a subnormal and bored nurse…
there I am sitting upright in my wheelchair…
almost blind, eyes rolling backward into the dark part of my skull
looking
for the mercy of death…

"Isn't it a lovely day, Mr. Bukowski?"

"O, yeah, yeah…"

the children walk past and I don't even exist
and lovely women walk by
with big hot hips
and warm buttocks and tight hot everything
praying to be loved
and I don't even
exist…

"It's the first sunlight we've had in 3 days,
Mr. Bukowski."

"Oh, yeah, yeah."

there I am sitting upright in my wheelchair,
myself whiter than this sheet of paper,
bloodless,
brain gone, gamble gone, me, Bukowski,
gone…

"Isn't it a lovely day, Mr. Bukowski?"

"O, yeah, yeah…" pissing in my pajamas, slop drooling out of
my mouth.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 1:10 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 1:07 PM






A mídia brasileira, finalmente, prossegue – com raras e honrosas exceções – a sua tradição de repetir as tolices, os preconceitos, as mentiras, os mitos e as falsificações propagados pela mídia americana. A frase “novo atentado suicida praticado por terrorista palestino” é repetida inúmeras vezes, em artigos, na televisão e no rádio, sem que jamais alguém pare para perguntar o que leva um jovem a se matar. Claro, existe até uma resposta pronta, caso alguém faça uma pergunta tão estranha: os suicidas são islâmicos, ora, e portanto fanáticos, logo terroristas. E está tudo certo.
Mas como explicar, então, a brutalidade da “ocidental” e “democrática” sociedade israelense? Não faltam os “especialistas” de plantão para dizer, por exemplo, que a “dureza” dos soldados de Sharon é resultado da “perplexidade da sociedade israelense” face aos “atentados terroristas palestinos”. Assim, a vítima é responsável por seu próprio flagelo! E os autores de teses tão sofisticadas e brilhantes ocupam, não raro, postos importantes nos maiores e melhores centros universitários deste país. É amargamente risível.
O nazista Sharon promove um genocídio, eis tudo. Só que, com isso, ele está também destruindo a sociedade israelense. Não há como viver em um país cercado de inimigos. Pela primeira vez, começa a haver uma nova diáspora judaica de Israel. A “terra prometida”, hoje, só promete a angústia.
Sharon é a morte para judeus e palestinos.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:47 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:43 PM


RESPOSTAS DA PORRA DO EMAIL QUE ME MANDARAM

(Estou respondendo publicamente para não mais me enviarem as perguntas, ok?)

1- Que horas são?
R.: 17:12h

2- Nome e apelido?
R.: Nome: Dhuvi-Lúvio - Apelido: João Vicente

3- Quantidade de velas no teu último bolo de aniversário?
R.: Duas velas (cada uma com um número, hehehe)

4- Furo nas orelhas?
R: Sim, aqueles por onde os sons entram...

5- Tatuagens?
R.: Não, e ainda bem que não...

6- Data do seu aniversário?
R.: 29 de janeiro - aquariano de carteirinha

7- Já te embebedaste?
R.: Quando, hoje?

8- Amaste tanto alguém que choraste muito por ele(a)?
R.: Por que não rir muito com ela ??

9- Já estiveste envolvido em algum acidente de carro?
R.: Sim, mas juro que foi um cachorro...

10- Prefere Pregos ou Cachorro-quente?(Prego é pão com carne em Portugal)
R.: Cadê o queijo nesta história ??

11- Peixe ou carne?
R.: Ambos, mas em geral vou de frango mesmo...

12- Sprite ou Seven Up?
R.: A Seven Up é da Pepsi ??

13- Cerveja ou champagne?
R.: Muita cerveja

14- Café ou chá?
R.: Chimarrão !

15- O copo está metade cheio ou metade vazio?
R.: O copo está !!

16- Lençóis de cama lisos ou estampados?
R.: Qualquer um, desde que seja os lenções feitos por minha Mamãe...

17- Cor das meias?
R.: Limpas !

18- Lugar onde te beijam?
R.: Os melhores lugares para ser beijado

19- Feriado favorito?
R.: Com sol...

20- Canção que estás a escutar neste momento?
R.: Uma bem triste do Renato Russo...

21- Flor(es)?
R.: Vivas...

22- Tema de conversa detestado?
R.: Papo sobre relacionamento inacabado !

23- Coca-cola simples ou com gelo?
R.: Quantas vezes eu tenho de dizer que gosto mesmo é de PEPSI !!

24- Tom ou Jerry?
R.: Tom Jobim

25- Disney ou Warner Bros?
R.: Disney.

26- Restaurante de comida rápida?
R.: China in Box é rápido ??

27- Quando foi tua ultima visita ao hospital?
R.: Ver a irmãzinha da Sharon recém-nascida...

28- De que cor é a alcatifa do teu quarto?
R.: Que porra é essa ??

29- Como chamavas teu ursinho de pelúcia?
R.: Eu, hem ??

30- Onde te vês daqui a dez anos?
R.: Se ainda houver espelho...

31- De quem recebeste este e-mail?
R.: Da Carlinha

32- Quem dos teus amigos vive mais longe?
R.: Rogério, na Bélgica.

33- O melhor amigo?
R.: O Rapá, meu futuro Labrador...

34- Hora de dormir?
R.: Está sempre escuro e meu relógio não tem luzinha...

35- Quem pensas que vai responder este e-mail mais rapidamente?
R.: Sei lá, porra !!

36- Quantas vezes deixa tocar o telefone antes de atenderes?
R.: O necessário para entrar a secretária eletrônica (hehehe)...

37- O que tens debaixo do mouse de computador?
R.: Muita poeira...

38- CD?
R.: O novo do Gilberto Gil, de Reggae...

39- Pior sentimento do mundo?
R.: Ingratidão !!

40- Melhor sentimento do mundo?
R.: Gratidão !!

41- Primeiro pensamento que tens ao acordar?
R.: Caramba, esse pau não fica mole ??

42- Qual o seu programa favorito de televisão?
R.: Seriado Friends...

43- Se pudesses ser outra pessoa, quem serias?
R.: Vale ser Deus ??

44- Algo que tens sempre posto e nunca tiras?
R.: Lentes de contato descartáveis...

45- O que tens debaixo da cama?
R.: Um chão bem mais duro que a cama...

46- Qual é o carro dos teus sonhos?
R.: Volkswagem Passat Turbo Tiptronic

47- Algo para a pessoa que te enviou este e-mail?
R.: Carla, que coisa que não acaba nunca...

48- Nome da pessoa que talvez não te responda?
R.: Não mandei para ninguém...

49- Aquele que com certeza te responde?
R.: Acaba logo...

50- Quem gostaria que te respondesse?
R.: Acaba logo...

51- O que dirias a alguém mas não tens coragem?
R.: Que nhaca que você tem, hem minha filha ??

52- Que horas são?
R.: 17:31 (Ufa !!)

*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:41 PM



quinta-feira, maio 02, 2002





A ORIGEM: HÍMEN

Começo em Roma. Com o selo vaginal dá-se a mesma coisa: vários designativos metafóricos, nenhum termo próprio exclusivo, predominância do sentido metafórico em certas regiões a ponto de os usuários do termo ignorarem seu "outro" sentido (o original). Desse modo só hímen, greco-latino, fica-nos como seu termo próprio, que tinha o sentido de "membrana, película", mas ainda assim de uso culto (cujo radical nos aparece ainda em himeneu, "canto nupcial, matrimônio"). Erudita ou potencialmente, fala-se, sempre figurativamente, em selo vaginal, selo virginal, flor-do-corpo, honra, virgindade; daí transita-se para expressões algo pícaras, como selo de garantia, tampo ou tampos, três ou três-vinténs (alusivos a uma tríplice prega).

Com o que se chega ao mais universal, no Brasil, dos seus designativos, cabaço, que é associado à cabaça, "vasilha", de origem pré-romana (espanhol calabaza), como se fosse o tampo da vasilha ou a vasilha mesma, embora haja quem lhe atribua (menos verossimilmente) étimo indígena, caso em que seria o termo próprio para a membrana. Há ainda casca-de-limão que ocorre no Sul, e cheta ou chetas, mais corrente – se diz – em Portugal e no Sul do Brasil: no sentido próprio é "pequena moeda de cobre", "vintém" – ou seja, a mesma metáfora que há em três-vinténs acima referido.

(Playboy)

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:39 AM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:34 AM


terça-feira, abril 30, 2002

*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:47 PM


Give me a break (Marina Blowg)

Ontem fui a piscina com uma amiga, alguns quilos mais gorda do que se espera de uma mulher. Sinto-me sinto à vontade pra falar sobre isso, por que sou quase um amigo.
Até quando isso vai continuar assim?
É muito deprimente o ser humano ser obrigado a se enquadrar nas regras inventadas por indústrias que não param de lucrar às nossas custas. Dá um tempo. Estamos no século 21 e deveríamos estar livres deste tipo de manipulação. Minha amiga é muito feliz mas poderia ser mais se não perdesse tanto tempo lamentando suas celulites e seus quilos extras. Os homens também são vítimas, em menor escala mas são. A gente deixa de conhecer pessoas interessantes por causa desses conceitos idiotas. O cara olha, vê que a garota não está nos moldes e nem se aproxima. E vice-versa. Não consigo imaginar nada mais atrasado do que isso (Só o Garotinho, claro)
Só existe uma Gisele Bündchen. A gente tem que ser feliz não tendo o corpo dela. Eu espero que a Kate Moss, agora que está grávida e quase “passando da idade” de ser modelo, possa comer pratos e mais pratos de espaguete em paz. Pelo amor de Deus.
E o engraçado nessa história é que o próprio carrasco é também vítima. Por que todas as estilistas e editoras de moda do mundo inteiro têm esses mesmos problemas. Então por que não publicar logo na Vogue: Viva a celulite, a moda agora é ter celulite e pronto? Seríamos todas mais felizes. Mas o império da Revlon não pode ruir. Desculpe se estou sendo ingênua demais; é de propósito.
Uma vez eu li uma matéria no jornal, sobre a Michelle Pffeifer. A atriz perguntou ao jornalista se ele se importaria se ela almoçasse enquanto dava a entrevista. Então ela recebeu um prato com quatro folhas de alface, não colocou azeite nem sal, partiu as fatias com a faca e comeu. Isso é um absurdo. Deixem a Michelle comer!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:45 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:43 PM


M A C G Y V E R I S M S

Para quem assistia as mágicas no seriado "PROFISSÃO PERIGO", aprenda agora a fazê-las...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:36 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:34 PM


Diálogo entre duas amigas: (calcinhas)

- Como foi a balada ontem?
- Foi ótima! Cheio de gente bonita, a música tava muito boa. Dancei muito e...
- E?
- Conheci um gatinho lindo! Muito fofo! E ainda por cima gente boa!
- E?
- Beijei na boca!
- Sério? E foi legal?
- Foi ótimo! Uma delícia.
- Sei... E os feromônios?
- ?? Ah, sei lá. Tavam rolando. Deviam estar no ar.
- Ai, ai, ai! Ele levantou o braço assim? (mostra o braço levantado e dobrado atrás da cabeça)
- Quem vai levantar o braço assim no meio da balada? (começa a pesquisar mentalmente cada detalhe da balada tentando lembrar se o fulano tinha ou não tinha levantado o braço daquela maneira).
- São coisas dos feromônios! Os feromônios masculinos são liberados pelas axilas. Por isto talvez...
- Caraca! Ele levantou o braço, aliás os dois braços, deste jeito!
- Viu! Viu! Feromônios!!! E você?
- Eu não! Vou ficar com o sovaco para cima!
- Não! Você ficava passando a mão no cabelo toda hora?
- Talvez...
- As mulheres liberam pelo cabelo. Por isso aquela mania de ficar jogando o cabelo para um lado e para o outro, passar a mão...
- Ah, sei. Vai ver que é por isto que em geral os homens preferem mulheres de cabelos longos.
- É, eles não sabem mas inconscientemente se sentem mais atraídos já que a quantidade de feromônios liberada é bem maior.
- Neste sentido as mulheres que não fazem depilação também liberariam mais feromônios?
- Não sei... Teoricamente sim. Mas...
- Mas os feromônios não devem compensar a repulsa causada pela falta de depilação...
- Talvez...


A partir deste ponto a conversa vira uma discussão absolutamente abstrata tendendo ao infinito. Coisas de mulher.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:32 PM


segunda-feira, abril 29, 2002






NOMES PARA O REDONDO LÁ DE TRÁS

abricó, açucareiro, acusado, afiador, amarrador de laço, anel, anel de carne, anel de couro, anel de proctologista, anísio, ânus, apertadinho, apertante, apitador, apito, apolônio, aquário, argola, aro, arolino, arregalado, arroxado, arruela, assassino de espermatozóide, ás-de-copas, assobiante, assobieiro, auréola, azedim, azeitona, bainha, baitico, bambi, barulhento, batcaverna, berba, bergebeu, besouro, bile, biro-biro, biu-biu, biscoiteiro, boca banguela, boca da quartinha, boca de caçapa, boca de gamela, boca de mico, boca de pêlo, boca de rego, boca de velha, bocal, boca murcha, boca-roxa, boca traseira, bocão, bocoió, bodega de pobre, bodinho, boga, bogodó, boiga, bolo, bojo, bomba, bombeiro, bonifá, bonifácio, boot, borba, boréu, bóris, borná, borracha, bosteiro, bostico, bostoque, botão, botão-de-couro, botico, bozano, bozó, brioche, brioco, brioso, brizu, broa, brocôncio, brote, bubu, bueiro, bufante, bug, bugueiro, bundoca, buraco, buraco de agulha, buraco de bala, buraco encantado, buraco negro, butão, butico, buzanfa, buzanfã, buzeco, buzego, buzico, buzigo, buzina, cabo, caçapa, caçarola, cachimbo, cacófago, cafundó, cagador, cagante, cagão, caixa, calota, canal-dois, caneco, cano de escape, canto escuro, caolho, capelinha, de melão, carimbo-de-cueca, carimbo-de-papel-higiênico, carimbo-do-icó, carretel, carrité, carrossel, casa-de-bilau, casca de peido, cascudo, casquinha de sorvete, catabofa, catingoso, cavaco, cego, cegueta, ceguinho, centro do oiti, chambica, chaminezinha, chapinha de caracu, chefe, cheirosinho, chico-prega, chicote, chucrute, cibazol, cieba, clarabela, cloaca, cocada, coceirinha, cofrinho, coiteba, come-come, começo do mundo, com-prega, cooler, corneta de pobre, coroa, coroinha, corta-prego, crespinho, croquete, cruel, crush, cu, culo, curel, curió, cusculepa, cuscuz, cuziti, dadao, dadivoso, danado, das-pregas, deco, dengoso, dentrol, derna, desdentado, donut, disco, distinto, doce-de-coco, dorminhoco, dublê, dunga, edi, edicetra, ejetor, encaroçado, enfezado, engilhadinho, engole-cobra, enrugado, entrada de serviço, entrada proibida, escotilha, esgoto, espalha-bosta, espoleteiro, espalha-gás, esquenta-pau, fábrica de esterco, fábrica de tijolo, faiacu, fanho, farenheit, farinheiro, fede-fede, fedegoso, federal, fedido, fedolim, fedorento, fefanho, feijão, feijoeiro, felipe, feofó, ferramenta, fevereiro, fiandeiro, fiango, fiantã, ficha, fifo, fifojolo, fígaro, figo, figueiredo, filadelfo, filofa, fim do espinhaço, fim do túnel, finfa, fió, fiofó, fiosque, fiota, fiote, fioto, flande, flandre, flash-light, flatulento, fleba, floquinho, flor-de-cheiro, flor-roxa, florisflauto, floroso, florzinha, foba, fobilário, fogão-de-uma-boca-só, fogareiro, fogoso, fon-fon, fonoro, fopa, foquito, foraboscóite, Ford Ka, forever, forevestréu, forévis, forfite, formiróide, fortunato, fosquete, fossa, fosso do fedor eterno, fox, frande, franzido, frapa, frasco, frederico, freguesia do icó, fresado, frinfa, frivioco, froscófolis, frosquete, fuero, fueiro, fufu, fuína, fulaninho, fundilho, fundo, funxo, fuque-fuque, furico, furingo, furiquim, furo, furumbumbum, furunfum, fusqueta, fusquete, fute, fuzéu, fuzil, ganha-pão, garagem de salsicha, gargalo, gargantilha-de-bilola, genebaldo, gicurino, girassol, gnomo, goba, gobilha, gogoroba, goiaba, goiabinha, gojoba, goreba, gregório, guabiroba, guarda-pau, gugu, harry, hd, heliodoro, hemorroidário, hermenegildo, holofote, honório, idi, ilhó, ilhós, imprensadinho, indisciplinado, inhonho, ipsilone, jaca, jacuba, jatobá, jeitosinho, jejunuilho, joquinha, juca, kiko, kubrick, lamparina, lata, lata-de-doce, lero-lero, lindinho, listradinho, loca, loja, loló, lordo, lorto, lugar-de-sair-vento, lugar-onde-o-sol-não-bate, lugar-que-não-vê-o-sol, luluzinho, macaíba, macio, máquina-de-fazer-churros, malcheiroso, malvado, manolo, maracujá-de-sete-feiras, marquês-de-rabicó, marronzim, marronzinho, mealheiro, medonho, meia-cômoda, meinho, melado, melindroso, meu-vizinho, microondas, minúsculo, moedinha, moinho, molhadinho, molinha, monossílabo fedorento, moranga, mordedor, morenão, moreninho, mosqueiro, mosquito, mucumbu, mucumbuco, murundu, mustafá, neném nêspera, ninho-de-cri-cri, ninho-de-oxiúros, ninho-de-rola, nó, ó, oboscópio, obreiro, offstring, ofinofraite, oiti, oiti-coró, olhinho, olhinho-de-palhaço, olho, olho-cego, olho-da-goiaba, olho-de-baixo, olho-de-boi, olho-de-porco, olho-de-tandera, olho-de-trás, olho-grande, olhota, orenaite, orifício, orifício negro, orifício peidante, oritimbó, orobil, orobó, osmar, otchero, ozeba, paio, panela, pão-de-queijo, papeiro, papoula, parreco, passador-de-fax, passatempo, paulo, peidador, peidante, peidorreira, peidorreiro, pelado, pelego, pêlo-duro, peludão, peludo, peludinho, pequerrucho, perseguido, peteca, pevide, pianculo, pintor-de-porcelana, pisca-pisca, piscante, pitchula, pito, playground-de-chato, plugue, poço-de-enxofre, poço-dos-desejos, porta-biscoito, porta-de-serviço, porta-supositório, pokémon, porta-rola, porvarino, pregas, pregueado, pregueiro, prensado, prensadinho, pretinho, prezado, pufe, puísto, quentinho, quijila, quinha, quico, quinca, quincas, rabada, rabeta, rabichote, rabicó, rabo, radô, rancho-fundo, ray-ban, rebojão, redondo, rego, regondônio, retentor, retro-olho, rigoleto, redondo, roda, roda-de-fogo, roda-viva, rodela, rodiasclipe, rodinha, rojão, rosa, rosa-dos-ventos, rosa-pequenina, rosca, roscofe, roseta, rosqueta, rosquete, rosquinha, roti-flight, roxinho, royal, ruela, rugoso, saída, saída-de-emergência, sapulha, sem-prega, sem-sorte, senzala, serebesquel, serelepe, sete-pregas, severino, sextavado, simpático, sim-senhô, sinicrim, siribrina, sirigüela, smurf, solista, soprador, subaru, subilatório, subioco, substantivo, taioba, tamagoshi, tamarindo, tampa-de-farinheiro, tapioca, tareco, tarolho, tarraqueta, tatavo, temperamental, tchan, tenebroso, terceiro olho, terminal-do-tubo-digestivo, tibúrcio, tico-tico, tinhoso, tintureiro, tis, toba, tobi, toinho, torpedeiro, trabalhador, traseiro, tresoitavos, tesouro, tripa-gaiteira, trovejante, tubi, túnel-negro, tufão, TV-de-pobre, uivante, urna, vagalume, valetinha, válvula-de-escape, vaso preto, véio, véio-goba, véio-foba, velho-de-guerra, vesúvio, vesgo, veveco, via-expressa, viegas, vintém, waffel, washington, x-do-tesouro, xaveco, xilingu, xoxo, XPTO, xucrute, yoshi, zebesquefe, zé-bocó, zé-bosteco, zé-cocô, zé-de-boga, zé-de-bróia, zé-de-obrar, zé-de-quinca, zé-do-broquinha, zeferino, zé-golinha, zeguedé, zé-lebrão, zé-melé, zenóbio, zero, zezinho, zimba, zinco, zinquerônio, zoinho, zorento, zorobó, zulu.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:00 PM




*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:37 PM




Há cinco anos, um falcão peregrino fez o ninho no prédio da fabricante de câmeras e filmes Kodak. A empresa não perdeu tempo e instalou câmeras para acompanhar o dia-a-dia do ilustre morador.
As imagens podem ser visualizadas pela internet em tempo real. Também tem galerias de fotos antigas da família. Mas por que o falcão foi escolher justo o prédio da Kodak para fazer o ninho? Eu acho que é porque ele gosta de aparecer...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:35 PM


CAVEIRA
Pode parecer esquisito e meio mórbido, mas tem gente que é fascinada por caveiras, chegando a colecioná-las. É o caso de um grupo de cientistas da
Academia de Ciências da Califórnia, que se dedicam única e exclusivamente ao estudo dos mais diversos tipos de caveiras. O resultado desses estudos pode ser visto aqui. Com muitas fotos, você vai aprender a estrutura e a função das caveiras, bem como descobrir a grande diversidade delas que existem pelo mundo afora e a importância e influência que têm na nossa cultura.


*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:32 PM




O que aconteceu com Rubens Barrichello certamente vai fazer com que surjam novas teorias conspiratórias. De novo aquelas histórias de que a Ferrari prejudica o brasileiro, faz gatilhos no seu carro e outros blablablás do gênero cansativo, sem lógica a sustentá-los. Problemas eletrônicos e hidráulicos não são incomuns.

Reconheço que para o torcedor a situação parece proposital, porque muitas coisas já deram erradas para Barrichello este ano. Liderava na Malásia e o motor explodiu. Fez uma corrida maravilhosa em Interlagos e, depois de assumir a liderança, foi traído por um problema hidráulico. Mas uma coisa é certa: essa maré não pode continuar para sempre. Rubens tem que continuar o belo trabalho que vem fazendo e esperar, porque isso vai passar.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 9:27 PM




Nome : Dhuvi-Lúvio
Local: Batel-Pr
Email para mim


EM CURITIBA

Links
Antigos

Powered by Blogger
Site Meter