<body>

Deixa com o Beque !!

sábado, junho 29, 2002

PENSAMENTO DO DIA (OU MELHOR... DA NOITE):

"É noite no Japão. Tomara que nenhum jogador esteja tendo uma convulsão agora..."

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:31 PM




Sinead O'Connor, Carolina Dieckmann, Demi Moore, Glória Menezes, Peter Garrett, Pierluigi Collina, Patrícia Pillar e Ana Maria Braga já adotaram. Faça você também o seu!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:31 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:28 PM



FLUSÃO - CAMPEÃO




Sou tricolor de coração
Sou do clube tantas vezes campeão
Fascina pela sua disciplina
O Fluminense me domina
Eu tenho amor ao tricolor
Salve o querido pavilhão
Das três cores que traduzem tradição
A paz, a esperança e o vigor
Unido e forte pelo esporte
Eu sou é tricolor

Vence o Fluminense
Com o verde da esperança
Pois quem espera sempre alcança
Clube que orgulha o Brasil
Retumbante de glórias
E vitórias mil

Vence o Fluminense
Com o sangue do encarnado
Com amor e com vigor
Faz a torcida querida
Vibrar de emoção o tri-campeão

Vence o Fluminense
Usando a fidalguia
Branco é paz e harmonia
Brilha com o sol
Da manhã
Qual luz de um refletor
Salve o Tricolor

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:24 PM





FELICIDADE
(Vinícius de Moraes)


Tristeza não tem fim
Felicidade sim...

A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve
Mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar.

A felicidade do pobre parece
A grande ilusão do carnaval
A gente trabalha o ano inteiro
Por um momento de sonho
Pra fazer a fantasia
De rei, ou de pirata, ou jardineira
E tudo se acabar na quarta-feira.

Tristeza não tem fim
Felicidade sim...

A felicidade é como a gota
De orvalho numa pétala de flor
Brilha tranqüila
Depois de leve oscila
E cai como uma lágrima de amor.

A minha felicidade está sonhando
Nos olhos de minha namorada
É como esta noite
Passando, passando
Em busca da madrugada
Falem baixo por favor...
Pra que ela acorde alegre como o dia
Oferecendo beijos de amor.

Tristeza não tem fim
Felicidade sim...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:09 PM


Pessoas

- Porra, você não atualiza essa merda de site há dias! Assim tá foda, não venho mais aqui...
- Sinta-se à vontade.
- Você não percebe que as pessoas estão esperando alguma coisa nova?
- As pessoas sempre esperam alguma coisa de você.
- Por que você não escreve mais?
- Eu escrevo mas não mostro. Estou escrevendo um livro.
- Você diz isso há mais de um ano.
- Pois é. O processo é lento.
- Cara, manda qualquer coisa. É tudo espontâneo mesmo...
- É e não é. E a minha auto-crítica anda nas alturas... Como você bem disse: tá foda, bicho.
- Isso é viadagem sua...
- As pessoas sempre esperam alguma coisa de você...
- Mas por que você não transcreve alguns diálogos seus? O que anda acontecendo?
- Isso aqui não é diário, porra. Não sou babaca pra botar diário na internet...
- Eu sempre tive a impressão que o texto era autobiográfico.
- Se for, não é da sua conta.
- Tá vendo?
- ...
- O que foi, cara?
- Nada. Posso ir embora agora?
- Não. Quero que você fique mais.
- Por quê?
- Não sei. Acho que eu me sinto bem contigo. Sabe... Você escreve umas coisas que... Eu me identifico.
- E daí?
- E daí que eu achei que você fosse entender.
- Entender o quê?
- Não sei...
- O que você quer que eu entenda, porra?
- Sei lá... Acho que de algum jeito você é importante pra mim. Eu achei que você fosse entender. Eu achei que você estivesse comigo, do meu lado... Sabe, eu te conheço faz um tempo. Eu sei quem você é. Eu queria que você sentisse o mesmo...
- O mesmo?
- Sim.
- Mas o que é esse "mesmo"? O que você quer que eu faça?
- Você deveria saber. Eu pensei que você fosse entender...
- As pessoas sempre esperam alguma coisa de você.
- Escreve, me escreve, escreve isso. Me dá uma linha...
- Chega. Não agüento mais, vou embora.
- Peraí. É importante... As pessoas sempre esperam alguma coisa de você... Me responde só mais uma coisa.
- O que é?
- Eu sou importante pra você?
- Posso ser sincero?
- Por favor...
- No momento, nem um pouco. Eu posso ir agora?
- Vai, mas não volta... Não vou estar aqui quando você voltar.
- Não vai?
- Não.
- Mas as pessoas sempre esperam... Elas sempre vão esperar.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:05 PM




Resolvo dar um passeio de motocicleta já que o dia está lindo... penso em me aventurar por lugares mais distantes....passear mesmo.
- - - -
Meu plano inicial logo fracassa em Ipanema...
Toda a orla está fantástica. O céu tem um azul diferente, azul-ouro, diria.
As pessoas parecem todas tocadas por algo celestial..... Ipanema e Leblon estão superlotados de meninas de corpos dourados e andares divinos... os mais velhos de 30, 40, cinqüenta anos estão todos alegres, bonitos e saudáveis. podem estar morrendo, mas existe uma alegria parada no ar, que vai contagiando a todos...
- - - - -
Tomar café no Armazém do Café, passear de moto pela Vieira Souto ou dar uma olhada na "Travessa"... tudo é regado a choppe, a gente desnuda, rindo... todos os lugares tocam Tom Jobim e eu vou me encantando e rodando de Ipanema para o Leblon e vice e versa sem conseguir sair...
Uma alegria enorme me consome...O que eu fiz, meu Deus?
Por que eu sou privilegiado de andar de lá pra cá nessa cidade com vinte e poucos graus [nem frio nem calor], com esse céu e esse sol?
Lembro de Tom Jobim dizendo que todo mundo deveria morar em Ipanema e entendo bem o que queria dizer...
- - - -
Tomo todos os sundaes, todos os cafés.... entro e saio de papelarias, livrarias e bancas de jornais...
compro o que preciso e o que de fato não preciso....
- - - - - -
Há vinte e um anos, sete meses e oito dias moro no Rio...
E ainda assim, quando, da praia do diabo, vejo o pão de açúcar se mostrando atrás do Leme... Uau!
o que os paulistas fizeram para merecer São Paulo? Todo paulista deveria ser ateu!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:59 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:55 PM






POEMODA

Neste Brasil imenso
Quando chega o verão,
Não há um ser humano
Que não fique com tesão.

É uma terra danada,
Um paraíso perdido.
Onde todo mundo fode,
Onde todo mundo é fodido.

Fodem velhos, fodem velhas,
Fodem cão, fodem cadelas.
E pra ficar com cabaço,
Fodem o cu das donzelas.

Fodem moscas e mosquitos,
Fodem aranha e escorpião,
Fodem pulgas e carrapatos,
Fodem empregadas com patrão.

Os brancos fodem os negros
Com grande consentimento,
Os noivos fodem as noivas
Muito antes do casamento.

General fode Tenente,
Coronel fode Capitão.
E o presidente da República
Vive fodendo a nação.

Os freis fodem as freiras,
O padre fode o sacristão,
Até na igreja de crente
O pastor fode o irmão.

Todos fodem neste mundo
Num capricho derradeiro.
E o danado do Dentista
Fode a mulher do Padeiro.

Parece que a natureza
Vem a todos nos dizer,
Que vivemos neste mundo
Somente para foder.

E você, meu nobre amigo
Que agora está a se entreter,
Se não gostou da poesia
Levante e vá se foder !!!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:35 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:29 PM





Um site que só tem cagalhão, literalmente. Clique na foto !

*Publicado por Dhuvi-Luvio 5:21 PM


quinta-feira, junho 27, 2002


Preguiça,

Tudo bem que de vez em quando você é uma delícia de se curtir e eu mesmo acho que você faz parte das necessidades básicas do ser humano. Se todo mundo tivesse condições de para uma ou duas horas no dia pra não fazer nada, talvez os conflitos fossem reduzidos, e veríamos muito tesão nos atos alheios.
Entretanto, eu vivo num mundo baseado em trocas. Desempenho um trabalho na sociedade, e este trabalho infelizmente não é feito em regime de partilha. Eu sou pago e este dinheiro é o que preciso para fazer coisas que me emocionam e aquelas outras que garantem a sobrevivência deste corpo e desta mente. Poderia sim, ser diferente, mas não é. E isso tem sim muuuuito a ver com você, preguiça. Eu preciso que você esqueça de si um pouco e trabalhe.
Quando estou com você, o tempo anda rápido, quase galopante. Tão rápido que ao fim do dia sou obrigado a aguentar um sermão da minha consciência. E olha que a danada não me dá descanso! Além de sussurrar o significado dos movimentos à minha volta, ela faz questão de jogar na minha cara quando estou errado. E isso já me deu muito no saco.
Faça o favor de sumir. Viaje pra Nova Zelândia, procure hermitões, vá se danar, preguiça filha da puta! E me deixe trabalhar em paz, porque por sua culpa já estão cansando de me esperar. Inclusive eu mesmo.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 8:45 PM






*Publicado por Dhuvi-Luvio 8:29 PM





*Publicado por Dhuvi-Luvio 8:00 PM


CONTO DO MARIO AV
Sepúlcreda Forense era quase um eremita; um ancião solitário na plenitude de sua sétima década... Rastejava sua figura moribunda pelas escuras cavernas próximas ao vilarejo San Piunzépio, e resmungava coisas que os jovens julgavam besteiras...
Mas entre elas encontrava-se a pista para uma Grande Revelação.
Pois ele tinha um Segredo.
Cremônica, a solteirona que morava na orla do bosque, e que por Sepúlcreda tinha uma fixação maldisfarçada, causava arrepios ao velho, pois sabia do Segredo.
Mas qual, afinal, era o Segredo?
Sob o colchão de Sepúlcreda, jazia armazenado um corpo jovem e sadio, no qual ele haveria de habitar antes de chegar a ocasião da sua morte natural.
Um formoso corpo de mulher...
Cremônica queria porque queria esse corpo para ela mesma, pois suas nádegas e seios já não eram como antes... e na verdade jamais tinham sido de muita conta.
Ela chantageava o ancião com ameaças de revelar o Segredo à supersticiosa população do vilarejo.
Numa manhã ensolarada de domingo, Cremônica teve uma visão, em meio a um pesadelo. Chegada era a hora! O velho finalmente poria em prática seu plano!
Tomada por um surto de desespero, ela correu a tomar o coreto da praça principal, e então berrou para o povo: "Escutem todos, com muita atenção!"
Nisso, inesperadamente surgiu o velhote, caminhando de forma surpreendentemente ágil com o apoio do seu ameaçador bastão. Ele percebera!
Ela suou frio. Não esperava delatá-lo frente a frente. Mas não havia mais retorno.
Emendou, ante a multidão atônita: "...O pênis é a verdade! O pênis é a vida! O pênis, não a vagina!"
Naturalmente, a multidão entendeu tudo errado.
Encurralada no palco, Cremônica escapava das pedradas, mas não das ofensas dirigidas a ela. Ela parou e soltou aos berros: "Sepu, não me venhas com rumores sobre o poder do Phallo criador e as maravilhas do Homúnculo! Sei muito bem que almejas uma vagina em teu corpo velho e decrépito!!!"
Foi a última coisa que disse antes de ser atingida por uma pedrada no crânio.
O velho Sepu ergueu o bastão e, imóvel, encarou a turba com seu olhar frio. Isso a silenciou. Fitou duramente a mulher inconsciente no chão, e sentenciou entre dentes cerrados, quase inaudivelmente: "É a vagina que é a vida, não o pênis. Quanto tempo perdido. Não aprendestes nada."
Sepúlcreda nunca mais foi visto, assim como Cremônica, que deram como foragida tão logo sua casa amanheceu em chamas, dois dias após o ocorrido.
Mas os mancebos da vila logo tiveram motivo para esquecer o incidente: a recém-chegada forasteira Colpetúnia. De compleição algo achatada, mas com portentosos volumes firmes e trabalhados como que por mão humana.
E seduzia os rapazes com estranhos discursos sobre a transubstanciação do nada e o fluido primordial.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:52 PM








*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:10 PM




quarta-feira, junho 26, 2002



PORQUE ESTAMOS NA FINAL DA COPA 2002

Talvez, isso explique a razão do Jogador Leonardo ter declarado a seguinte frase: "Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo, ficariam enojadas". Todos os brasileiros ficaram chocados e tristes por terem perdido a Copa do Mundo de futebol, na França. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e o Gazzeta delo Sport e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado: o Brasil VENDEU a copa do mundo para a FIFA. Os jogadores titulares brasileiros foram avisados, às 13:00 do dia 12 de Julho (dia do jogo final), em uma reunião envolvendo o Sr.Ricardo Teixeira (na única vez que o presidente da CBF compareceu a uma preleção da seleção), o Técnico Mário Zagallo, o Sr. Américo Faria, supervisor da seleção, e o Sr. Ronald Rhovald, representante da patrocinadora NIKE. Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel. A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o penta-campeonato mundial por sediar a Copa do Mundo.

A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$ 70.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$ 400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de dólares) através da empresa NIKE. Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa NIKE nos próximos 4 anos terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como o próprio Ronaldo, Raul da Espanha, Batistuta da Argentina e Roberto Carlos, também do Brasil. Mesmo assim, Ronaldo se recusou a jogar, o que obrigou o técnico Zagallo a escalar o jogador Edmundo, dizendo que Ronaldo estava com problemas no joelho esquerdo (em primeira notícia divulgada às 13:30 no centro de imprensa) e, logo depois, às 14:15, alterando o prognóstico para problemas estomacais).

A sua situação só foi resolvida após o representante da Nike ameaçar retirar seu patrocínio vitalício ao jogador, avaliado em mais de US$ 90.000.000,00 (noventa milhões de dólares) ao longo da sua carreira. Assim, combinou-se que o Brasil seria derrotado durante o "Golden Goal" (prorrogação com morte súbita), porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a França, que absolutamente não participou desta negociação, marcasse, em duas falhas simples do time brasileiro, os primeiros gols.

O Sr. Joseph Blatter, novo presidente da FIFA, cidadão franco-suíço, aplaudiu a colaboração da equipe brasileira, uma vez que o campeonato mundial trouxe equilíbrio à França num momento das mais altas taxas de desemprego jamais registradas naquele país, que serão agravadas pela recente introdução do euro (moeda única européia) e o mercado comum europeu (ECC). Garantiu, também, ao Sr. Ricardo Teixeira, através de seu tio, João Havelange, que o Brasil terá seu caminho facilitado para o penta-campeonato de 2002.


VOCÊ ACREDITA NISSO ???

*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:44 PM






Que não seja tarde
Neste mesmo instante estou pedindo a Deus que me ajude. Estou precisando mais do que a força humana. Sou forte mas também destrutiva. O Deus tem que vir a mim já que não tenho ido a Ele. Que o Deus venha: por favor. Mesmo que eu não mereça. Venha. Ou talvez os que menos merecem mais precisem. Sou inquieta e áspera e desesperançada. Embora amor dentro de mim eu tenha. Só que não sei usar amor. Às vezes me arranha como se fossem farpas. Se tanto amor dentro de mim recebi e no entanto continuo inquieta é porque preciso que o Deus venha. Venha antes que seja tarde demais. corro perigo como toda pessoa que vive. E a única coisa que me espera é exatamente o inesperado. Mas sei que terei paz antes da morte e que experimentarei um dia o delicado da vida.
(Clarice Lispector)

*Publicado por Dhuvi-Luvio 1:00 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:56 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:47 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:38 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:37 PM


Mercado econômico teme "risco" Estados Unidos

Nova Iorque, 26/06/2002 - O mercado econômico internacional, decidiu que não vai interferir só na vida política brasileira e de países do dito terceiro mundo. Ontem já se falava com claro temor no "risco" Estados Unidos. Especialistas explicaram o motivo de tanta apreensão: mais quatro anos de governo republicano, de uma política racista, violenta e opressora, com qualquer estadista que beirar o analfabetismo e assessores que insistirem em criar guerras para exibir o poderio bélico dos EUA, pode levar o mercado ao colapso, o dólar a uma queda vertiginosa, o Bruce Willis a estrelar um filme anti-americano, à falta de peru no Thanksgiving day e a uma debandada dos cubanos de Miami ao seu país de origem.
Além do "risco" Estados Unidos, o mercado também se preocupa com o "risco" Inglaterra. Se Tony Blair puxar o saco do governo norte-americano mais uma vez, a libra corre o risco de cair vertiginosamente e qualquer caipira americano pode se achar no direito de fazer parte do brit-pop.


E VOCÊ ESTAVA MESMO ACREDITANDO ??

*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:36 PM







domingo, junho 23, 2002

*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:49 PM



Cientistas da Universidade Nacional da Australia anunciaram ter conseguido fazer algo que só era possível em histórias de ficção científica: transportar matéria de um lugar para o outro através de desintegração.

Na experiência realizada em Canberra, os pesquisadores conseguiram deslocar quase instantaneamente pequenas partículas de raio laser de um canto para outro de um laboratório, desintegrando-as e criando uma réplica.
Segundo eles, a descoberta pode revolucionar a computação e as telecomunicações.
Os australianos afirmaram ter conseguido muito mais consistência e confiabilidade neste experimento do que alguns já realizados nos Estados Unidos.
Liderados por Ping Koy Lam, os cientistas de Canberra encaixaram um sinal de rádio em um raio laser, desintegraram o feixe e reconstituíram uma réplica a 1 metro de distância em uma pequena fração de segundo.
O raio laser foi destruído no procedimento, mas o sinal de rádio ficou intacto.
Lam classificou o experimento como "teletransporte quântico" e afirmou que logo será possível para governos e bancos trocarem informações em uma velocidade inacreditável e em sigilo absoluto.
No entanto, o teletransporte de humanos – muito comum nos livros e filmes de ficção científica – ainda está longe de acontecer.
Um raio laser é constituído de fótons, partículas muito diferentes dos átomos de matéria sólida que formam os objetos e os seres vivos.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:46 PM




O LOUCO

Me perguntas como me tornei um louco.
Foi assim: - Um dia, muito tempo antes de muitos deuses terem nascido, despertei de um sono profundo e notei que todas as minhas máscaras haviam sido roubadas - as sete máscaras que eu havia confeccionado e usado em sete vidas. Corri sem máscara pelas ruas cheias de gente, gritando: "Ladrões, ladrões. Malditos ladrões!"
Homens e mulheres riam de mim e alguns corriam com medo para suas casas. Quando cheguei à praça do mercado, um menino trepado no telhado de uma casa gritou: "Você é um louco!"
Olhei para cima para vê-lo. O sol brilhou pela primeira vez em meu rosto descoberto. Pela primeira vez o sol beijava meu rosto nu e minha alma se encheu de amor pelo sol e nunca mais desejei usar máscaras.
Assim me tornei um louco. E encontrei tanto liberdade como segurança em minha própria loucura. A liberdade da solitude e a segurança de não ser compreendido. Pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.
(Gibran Khalil Gibran)


*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:45 PM




CAVALGADA

Vou cavalgar por toda noite
Por uma estrada colorida
Usar meus beijos como açoite
E a minha mão mais atrevida

Vou me agarrar a seus cabelos
Pra não cair do seu galope
Vou atender aos seus apelos
Antes que o dia nos sufoque .

Vou me perder de madrugada
Pra te encontrar no meu abraço
Depois de toda a cavalgada
Vou me deitar no seu cansaço .

Sem me importar se nesse instante
Sou dominado ou se domino
Vou me sentir como um gigante
Ou nada mais do que um menino .

Estrelas mudam de lugar
Chegam mais perto só pra ver
E ainda brilham de manhã
Depois do nosso adormecer

E na grandeza desse instante
O amor cavalga sem saber
Que na beleza dessa hora
O sol espera pra nascer .


(Roberto Carlos)


Eu não gosto muito das músicas do REI, mas essa eu tiro o chapéu !!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:26 PM






*Publicado por Dhuvi-Luvio 11:21 AM


Dicionário de Carioquês - Parte II


1. Advérbio de lugar ("A parada está por aê).
2. Vocativo genérico ("Aê, tu viu a parada?).
3. [pô ] Partícula composta iniciadora de frase ("Pô aê, sei lá, bro").

Arroz
(do fenício) aquele que só acompanha. Sujeito que vive rodeado de
mulheres, tem muitas amigas, é doido pra ficar com todas e não pega uma
sequer. Sin. Arame-liso (cerca mas não machuca); mestre-sala
(dança em volta, apresenta pra todo mundo mas não encosta e não deixa
ninguém encostar); Mosca de padaria (tá sempre sobrevoando a guloseima e
tomando tapa)

Bagaray
[adv.] v. Pacaraio.

Boiola
[adj.] Homossexual masculino; gay; bicha; baitôla, viadinho.

Bolado
adj. Condição de incompreensão momentânea ou preocupação em
qualquer nível.

Bonde
1. Ônibus.
2. Galera, turma.

Bucha
Indivíduo com marra de malandro mas que não passa de um tremendo prego;
nas antigas era chamado de malandro coca-cola (só dar um sacode que ele
perde o gás).

Cabaço
Sujeito trapalhão ("Tu viu que merda? Esse cara é mó cabação!")

Caralho
1. Interjeição ("Caralho!").
2. [pa-] Advérbio de intensidade ("Em São Leopoldo estava frio pacaraio.").

Chabí
1. [ttk] v. boiola

Chatuba
Ato de esculhambar, avacalhar e perder a linha da forma mais sacana
possível ("Eu vou chatubar nesse Enecom!").

Coé
Aglutinação de qual é ("Coé, sangue?").

Conto
Unidade monetária sem plural ("Essa parada custa 10 conto").

Filé
1. Mulher muito atraente, com um shape invejável.
2. Fisioterapeuta do Romário e do Ronaldinho.

Filhadaputa
1. Interjeição genérica de descontentamento. Pode ser usada após qualquer
acontecimento desagradável e/ou inesperado.
2. ! Adjetivo utitizado para humilhar, xingar, ofender aqueles que
merecem.
Ver fura-olho e juiz de futebol.

Foda
1. Qualificação indicativa de dificuldade ("Aquela parada é foda!"). 2.
Qualificação positiva indicando algo muito bom ("Aquela parada é
foda!").
3. Qualificação que indica algo impressionante ("Aquela parada é
foda!").

Fura-olho
[adj.] Fala-se do indivíduo que, incapaz de conseguir realizar o coito,
vive de impedir o sucesso alheio. Ver filhodaputa.

Goiaba
[adj.] Diz-se do indivíduo distraído, aéreo, que viaja sozinho, em
goiabices. Goiabar - [verb. int.] Ato ou ação de estar goiaba ("Estava
lá sentado, olhando para o céu, goiabando").

Irado
1. Qualificação positiva relacionada a um fato, ocorrência ou objeto ("O
Enecom na Unisinos foi irado!").

Lance
1. V. parada.
2. Substância líquida usada como entorpecente, exclusive bebida
alcoólica.

Maluco
Cara; sujeito; indivíduo ("Eu não conheço aquele maluco"; "Estava com uns
malucos da faculdade").

Mané
Otário; vacilão; prego; sujeito que pisa na bola.

Massa
Macarrão e similares. Não confundir com "maneiro", paulista mané!

Maneiro - Show de bola; maneiríssimo; paulista mané gosta de chamar de
massa".

Mel
1. Bebida alcoólica artesanal fabricada com cachaça e mel; melzinho.
2.[Ter mel] Qualidade de atrair a atenção sentimental e/ou hormonal de
fêmeas ("Aquele maluco tem mel"); v. pica-doce.
3. [malandrês] Sangue ("Levou um soco nos córneos e começou a escorrer
mel do nariz").

Mermão (masculino)
1. Aglutinação de meu irmão ("Aí, mermão, que parada é essa?")


Aglutinação de maior ("Ih, coé? Mó! otário. Aê!").

Na mão do palhaço
[Termo composto] Diz-se da condição das pessoas entorpecidas, não
importa com qual substâncias ("Virou dez copos de pinga e agora está na mão
do
palhaço").

Parada
Substantivo genérico ("Que parada é essa?", "Esqueci aquela parada em
casa", "Preciso fazer uma parada").

Paraíba
Indivíduo nascido ou residente acima do paralelo que passa por Copacabana.

Peidão
Covarde, frouxo, borra-botas.

Péla-saco
1. Pessoa chata; piegas.
2. Puxa-saco; baba-ovo; rabiola.
3. V. arroz.

Perdeu a linha- [Termo composto] Fala-se do indivíduo que cometeu um ato
inconseqüente/insensato ("Perdeu a linha e virou seis doses de tequila
em meia hora" "Perdeu a linha e foi o centro das atenções na festa da
empresa").

Pica-doce - [sin. Doce, pikachu]
1. Cara pegador.
2. Sujeito pra quem muitas mulheres dão mole.
3. Cara que arranja mulher sem tomar uma atitude.

Pipoqueiro
Qualidade aplicada ao indivíduo que costuma pipocar, v. peidão.

Popozuda - [adj.] Expressão dos morros cariocas que contaminou o país.
Fala-se da mulher que possui uma região glútea avantajada e/ou
excessivamente acolchoada.

Porra
1. Interjeição ("Porra!").
2. Advérbio de intensidade ("Em São Leopoldo estava um frio da porra!").

3. Substantivo indefinido ("Que porra é essa?").
4. [sa] Pronome pessoal da 3ª pessoa do singular ("Ele fica me
arrozando...ah, não aguento mais saporra!) Em biologia, saporra é a mulher
do sapo.

Porrada
1. Coletivo genérico (multidão - uma porrada de gente; matilha - uma porrada
de cachorros)
2. Sin. pacaraio.

Prego
[adj.] v. mané.

Puto
1. [adj.] qualifica um sujeito extremamente vacilão.
2. Unidade monetária ("Só eu que não ganho um puto" - Bingo da
Amizade;Hermes e Renato).

Sacode
1. Ato caracterizado por várias pessoas se juntando para encher de
porrada uma única.

Sangue
Redução de sangue-bom; pessoa legal; gente boa; agradável; maneira.
Tchola (tchôla) v. boiola; baitola.

Tu
Terceira pessoa do singular dos pronomes pessoais do caso reto ("Tu viu",
"Tu faz", "Tu é").

Zero-bala - Renovado; pronto pra outra ("Tava de porre ontem, mas agora
estou zero-bala.").

*Publicado por Dhuvi-Luvio 11:18 AM


DICA
Segue uma dica pra quem mora em Curitiba, e gosta de fazer compras pela Internet. Se você é daqueles que quando compra uma coisa, não agüenta de ansiedade pra que sua encomenda chegue, saiba que no
site das Livrarias Curitiba, você pode fazer seu pedido e tê-lo nas mãos no mesmo dia (não sei se é sempre assim). Pois eles fazem entrega através de moto-boy, com a opção de fazer o pagamento à vista diretamente pro mesmo. A taxa de entrega foi de R$ 3,00, a opção mais cara. Mas mesmo assim saiu mais barato do que se eu tivesse encomendado o mesmo livro, de mesmo preço, na Americanas ou Submarino, onde o frete seria de R$ 7,00 e mais uns quebrados..., além, é claro, da demora na entrega e da maldita ansiedade. É claro que tudo isso depende do produto, mas vale à pena fazer umas pesquisas e optar pelo conforto e custo reduzido.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 11:08 AM


Entre neste site e preencha seus dados de nascimento

*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:59 AM




15 dicas das mulheres para os homens que querem manter bem acesa a chama de seu relacionamento

1 - Seja sincero
Qualquer relacionamento está fundamentado na confiança mútua. Um bom passo para conquistar essa confiança é ser sincero sempre.

2 - Respeite
Assim como você espera que ela te respeite, a mulher também quer ser respeitada. Não faça à ela nada que você não gostaria que ela fizesse com você.

3 - Seja companheiro
De nada adianta se comprometer com uma pessoa se você não vai estar presente. Esteja presente de corpo e alma, nas horas boas e nas horas ruins e quando ela precisar. Se por algum motivo não puder, mostre que ela pode contar com você.

4 - Se interesse por ela
A mulher não vai se sentir importante se você não se interessar por ela. E se interessar significa conhecer seus gostos, acompanhar seus trabalhos, saber de seus projetos e sonhos etc. Se interessar é uma forma de mostrar que ela é importante para você e que você a ama.

5 - Diga com todas as letras: "eu te amo"
Mulheres não são seres racionais como homens. Para nós, não é tão óbvio que "se estou com você é porque te amo". Além disso, gostamos de ouvir aquela frase, nos sentimos valorizadas. Importante: só diga "eu te amo" se for sincero.

6 - Note e reconheça as atitudes dela
Muitas vezes fazemos pequenos gestos para demonstrar nosso amor. Por exemplo: gravar um programa na televisão que interesse ao namorado, assistir uma partida de futebol com ele, guardar um pedacinho daquele doce que ele adora etc. Reconhecer e valorizar essas atitudes é alimentar nosso amor por vocês.

7 - Demonstre seu amor
Pequenos gestos que demonstrem seu amor por ela valem muitos pontos no relacionamento. É o mesmo item que o anterior, mas agora vocês agem.

8 - Resolva os problemas
Se você teve algum problema com ela, converse, resolva. A pior coisa é ficar magoado um com o outro.

9 - Seja flexível/ ceda
Se ela foi ao estádio com você, vá assistir àquela peça que ela tanto queria ver. Amar é ceder, de ambos os lados. Se não dá para entrar em acordo, por que não fazer a vontade de cada um, cada vez?

10 - Tenha atitude
Ser flexível a ponto de não ter opinião própria é muito ruim.
- Aonde vamos?
- Aonde você quer ir?
Ouvir isso sempre não dá. Sugira, proponha. Ex: "vou te levar num restaurante que você vai adorar!".

11 - Dê espaço
Relacionamentos sufocantes não vão para frente. A mulher e você têm que dar espaço um ao outro, respeitar a individualidade de cada um. Por que não deixá-la sair sozinha com as amigas? Se vocês se respeitam e confiam um no outro, não há necessidade de controlar o tempo todo.

12 - Seja carinhoso/ romântico
O aspecto emocional do relacionamento é fundamental para as mulheres. Faça cafuné, escreva bilhetinhos, assista TV abraçadinho nela etc.
Obs.: carinho é diferente de carícia.

13 - Faça galanteios
Seja cavalheiro, gentil, leve-a para jantar e pague a conta (vez ou outra não faz mal a ninguém), elogie, dê flores fora das datas, faça surpresas etc. Pequenos mimos como esses deixarão a mulher cada vez mais apaixonada.

14 - Seja vaidoso
Se ela se cuida e se produz para você, por que não fazer o mesmo? Nós também gostamos.

15 - Capriche na memória!
Datas importantes e tamanho do manequim dela não esqueça nunca!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:25 AM





Nome : Dhuvi-Lúvio
Local: Batel-Pr
Email para mim


EM CURITIBA

Links
Antigos

Powered by Blogger
Site Meter