<body>

Deixa com o Beque !!

sábado, junho 14, 2003


Lagoa Rodrigo de Freitas - Rio de Janeiro - 1930

*Publicado por Dhuvi-Luvio 7:00 PM


A governadora do Rio vai visitar um hospício e é recepcionada por uma comissão de pacientes.

"Viva a governadora! Viva a governadora!", gritam entusiasmados.
Ao ver um dos homens calado, um dos assessores da governadora o aborda e pergunta:
"E você, porque não está gritando também?
"Porque eu não sou louco, sou médico!"

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:56 PM


MINEIRICES (no Rio de Janeiro)

Um mineirim tava no Rijanêro, abismado cas praia, pé descarço, sem camisa, aquele carção Naique sem cueca.
Os cariocas zombando, contando piadas de mineiro.
Alheio a tudo, o mineirim olhou pro marzão e num se agüentou: correu a toda vilocidade e deu um mergúio, deu cambaióta, pegou jacaré e tudo o mais.
Quando saiu, o carção de ticido finim tava transparente e grudadim na pele.
Todos na praia tavam olhando pro tamanho do pinguelo que mineirim tinha.
O bicho ia até pertim do juei.
A turma nunca tinha visto coisa igual.
As muiés c'um sorrisão, os homi roxo dinveja, só tinham olhos pro bixo.
O mineirim intão percebeu a situação, ficou todo envergonhado e gritou:
- Qui qui foi, uai ?! Vão dizê qui quando oceis pula n'água fria, o pintim dôceis num incóie ?!

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:42 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:39 PM


Dois baianos conversam na rede estendida na sala. Um deles pergunta:
- Será que tá chovendo, óxente?
- Sei não, meu rei...
- Vai lá fora e dá uma olhada...
- Vai você...
- Eu não, tô muito cansado...
- Então, chama o cão...
- Chama você, óxente...
- Ô Fernaaando! Fernando Henrique!
O cachorro entra na sala e fica entre os dois preguiçosos.
- E então?
- Tá chovendo não, meu rei... O cão tá sequinho.
--------------------------------------------------
Quatro baianos acabam de assaltar um banco com sucesso.
Param o carro uns quilômetros à frente, e um deles pergunta ao chefe da quadrilha:
- E aí... vamo contá o dinheiro, meu rei?
- Pra que todo esse trabalhão? Vamos esperar o noticiário da TV pra saber!!!
----------------------------------------------
- Méu rei, veja aí pra mim... a braguilha de minha calça está aberta?
- Ólhe... tá não...
- Então, deixe... vô deixá pra mijá amanhã...
---------------------------------------------
Três horas da tarde. Dois baianos estão encostados numa árvore na beira da estrada, quando passa um carro a grande velocidade e deixa
voar uma nota de cem reais.
O dinheiro vai cair do outro lado da estrada. Passados cinco minutos, um baiano fala pro outro:
- Aí, meu rei... se o vento mudá... ganhamos o dia, né não ?!
-----------------------------------
A mãe daquele baiano vai viajar pro exterior e pergunta ao filho:
- Quer que lhe traga alguma coisa da viagem, meu dengo?
- Ô, minha mãe, traz um relógio que diz as horas por favor...
- Ué, e o seu não diz?
- Diz não, mãinha, eu tenho que olhar nele pra saber...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:35 PM


sexta-feira, junho 13, 2003



Seu nome era Benedito João dos Santos Silva Beleléu, vulgo Nego Dito, Nego Dito, Cascavel...

Itamar Assumpção (ou Itamar de Assumpção (nascimento), ou ainda, "benedito joão dos santos silva beleléu, vulgo nego dito, nego dito, cascavel" (personagem)) nasceu em 1949 na cidade de Tietê, interior de São Paulo. Descendente de escravos angolanos, o cantor ouvia desde pequeno a música dos terreiros de candomblé, que vinham do quintal da sua casa. De 63 a 73, Itamar morou no Paraná e lá iniciou sua carreira musical, largando um curso de contabilidade. Na época, conheceu Arrigo Barnabé, um de seus parceiros mais constantes e com o qual depois montou a banda Navalha.
Em 1973, Itamar mudou-se para São Paulo. Em 1980, lançou seu primeiro LP: Beleléu, Leléu, eu, com a banda Isca de Polícia. Tanto este como os dois lançamentos seguintes (Às Próprias Custas, de 1983, e Sampa Midnight, de 1986) foram feitos de maneira independente. A única grande gravadora a acolher seu trabalho foi a Continental - comprada anos mais tarde pela Warner -, em 1988. O disco tinha o irônico título Intercontinental! Quem diria! Era só o que faltava...

Em 1993, pelo selo Baratos Afins, lançou Bicho de Sete Cabeças. Bicho de Sete Cabeças II foi lançado no ano seguinte. Os dois CDs foram gravados com a banda Orquídeas do Brasil. Em 1995, o CD Ataulfo Alves por Itamar Assumpção - Para Sempre Agora deu ao cantor o prêmio de melhor CD do ano pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte)

O seu mais recente CD, Pretobrás, foi gravado em 1998 e precedeu um momento delicado na vida do artista. Em 2000, Itamar faria três cirurgias para a retirada de um tumor do intestino. Ainda em recuperação e sob tratamento quimioterápico, continuou fazendo shows. Atualmente, trabalha na finalização do CD Pretobrás 2 - Itamar Vasconcelos e Naná Assumpção - Tem Que Ter Repercussão, onde Itamar canta ao lado do percussionista Naná Vasconcelos

*Publicado por Dhuvi-Luvio 8:50 AM


quinta-feira, junho 12, 2003

*Publicado por Dhuvi-Luvio 8:04 PM




*Publicado por Dhuvi-Luvio 4:49 PM





*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:56 AM


Agora a coisa começa a ficar clara: o companheiro Dirceu nos informa que não adianta baixar os juros agora, pois se tal ocorrer, mais à frente vai subir tudo de novo; na hora certa, sim, os juros vão cair, mas cair MESMO. Sem querer ser impertinente, qual é a hora certa? Existe uma? E, supondo que exista, quem a determina? Há duas hipóteses favoritas: ou quando o FMI mandar, ou próximo da eleição (para dar uma forcinha na campanha). Seja qual for, o que será dito, aposto, será "quando o mercado permitir". Esse tal mercado regula tudo, até desculpa esfarrapada, mas ninguém sabe de fato o que ele é. Os físicos antigos, tentando explicar como a luz se deslocava pelo espaço, inventaram a teoria do éter; os economistas inventaram o conceito "mercado". E é uma invenção genial, pois trata-se de um ser amorfo, acéfalo e amoral. E inimputável, como os menores dos quais traficantes às vezes se utilizam para matar seus desafetos. O fato é que começa a dar medo a falta de objetividade das declarações dos nossos líderes. Todos estão certos que as coisas vão engrenar, mas não explicam como; FHC pelo menos explicava que a conjunção da transubstanciação do capital volátil do M5 entre aspectos intangíveis do pós-capitalismo - ou algo assim - eram a causa dos nossos problemas. Agora é apenas deixa-comigo. Não que um seja melhor que o outro, apenas nenhum funciona. Ainda esperamos por um governo que seja pão-pão-queijo-queijo - de preferência no prato de quem tem fome.
Resolvi perguntar a Dom Hélder Câmara se ele estava preocupado, ou ao menos um pouco nervoso com os rumos do governo. Pelo contrário, ele afirmou estar calmíssimo, e me convidou a rezar uma Ave-Maria com ele.
...bendito é o fruto de vosso ventre, Genésio.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:55 AM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:54 AM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:53 AM


Gênios brasileiros: Santos Dumont

“Por causa das manobras com o balão, sinto dificuldades em consultar o relógio de bolso. Não poderia me fazer um relógio-bracelete?” (Santos Dumont para Louis Cartier, no Maxim’s).

Franzino (sua altura varia entre 1,52 e 1,58, conforme o biógrafo), nasceu em berço de ouro, no dia 20 de julho de 1873, no distrito de Palmira, Minas Gerais, hoje cidade que leva seu nome. Criança, lendo Júlio Verne, sonhou pela primeira vez em voar. Antes de morrer e distribuir a herança entre seis filhos, seu pai lhe deu um conselho: vá estudar mecânica. Ele seguiu a sugestão e foi para Paris. Lá, projetou um balão. Paris fervilhava – Thomas Edison, Henry Ford, Marconi, Lumière, Freud, Darwin, Madame Curie, Renoir, só para citar algumas feras que circulavam por lá.

Mesmo cercado por pessoas tão brilhantes, Santos Dumont ficou famoso da noite para o dia. Seus cabelos repartidos ao meio e seu panamá viraram moda. Mas continuava tímido e calado. A princesa Isabel envia um presente, uma medalha de São Bento, para evitar acidentes. Ele amarra o cordão no pulso, como uma pulseira. Isso faz com que tenha uma idéia, o relógio de pulso, que mandou confeccionar na Casa Cartier. Louis Cartier era seu amigo íntimo. Inventou também o chuveiro de água quente.

Em 1904, cheio de aventuras para contar, escreve um livro em francês: Dans l’air. Constrói vários outros dirigíveis. Para seu deleite, é cumprimentado por Júlio Verne. Inventa o avião sem tirar patente. Milionário, não estava interessado em ganhar dinheiro, achava de mau gosto lucrar com inventos. Em dezembro de 1910, o jornal Le Matin estampou na primeira página: “O Sr. Santos Dumont não constrói aeroplanos para vender”. Diziam que o motivo para tal desprendimento era uma esclerose múltipla. Nos oito anos seguintes, o inventor, com os nervos em frangalhos, constrói uma casa em Petrópolis, batizada de A Encantada, onde cria uma escada com meio-degraus, que só permite iniciar a subida com o pé direito.

Volta para a Europa, em 1924. Debilitado, se interna num sanatório suíço. Quando retorna ao Brasil, o hidroplano Santos Dumont, com uma turma de intelectuais a bordo, desaba no mar e todos morrem. Ele cai em depressão profunda. Tornou-se recluso, jamais se casou – apesar de flertes com coristas e damas da sociedade, nunca teve um grande amor. Um dos seus biógrafos sustenta que ele teria morrido virgem. Em 1929 volta à França para receber a mais alta condecoração do país, a Legião de Honra. Em 1929, não suporta ver, da janela onde estava hospedado, aviões de bombardeio. Se enforca no banheiro do hotel, no Guarujá.

Irmãos Wright? Aqui, ó.

*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:52 AM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 10:51 AM




quarta-feira, junho 11, 2003

Vestibular UFRJ

REDAÇÕES
a.. Sobrevivência de um aborto vivo (título);
b.. O Brasil é um País abastardo com um futuro promissório;
c.. O maior matrimônio do País é a educação;
d.. Precisamos tirar as fendas dos olhos para enxergar com clareza o número de famigerados que aumenta
e.. Os analfabetos nunca tiveram chance de voltar à escola;
f.. O bem star dos abtantes endependente de roça, religião, sexo e vegetarianos, está preocudan-do-nos;
g.. É preciso melhorar as indiferenças sociais e promover o saneamento de muitas pessoas;
h.. Também preoculpa o avanço regesssivo da violência;
i... Segundo Darcy Gonçalves (Darcy Ribeiro) e o juiz Nicolau de Melo Neto (Nicolau dos Santos Neto.

HISTÓRIA
a.. O Hino Nacional Francês se chama La Mayonèse...
b.. Tiradentes, depois de morto, foi decapitulado.
Resposta a uma pergunta: "Não cei".
c.. Entres os índios de América, destacam-se os aztecas, os incas, os pirineus, etc.
d.. A História se divide em 4: Antiga, Média, Moderna e Momentânea (esta, a dos nossos dias).
e.. Em Esparta as crianças que nasciam mortas eram sacrificadas.
f.. Resposta à pergunta: "Que entende por helenização?": "Não entendo nada".
g.. No começo os índios eram muito atrazados mas com o tempo foram se sifilizando. (Essa pode ser ironia)
h.. Entre os povos orientais os casamentos eram feitos "no escuro" e os noivos só se conheciam na hora h.
i.. Então o governo precisou contratar oficiais para fortalecer o exército da marinha.
j.. Em homenagem a Gutenberg, fizeram na Alemanha uma estátua, tirando uma folha do prelo, com os dizeres: "e a luz foi iluminada".
k.. No tempo colonial o Brasil só dependia do café e de outros produtos extremamente vegetarianos.

GEOGRAFIA
a.. A capital de Portugal é Luiz Boa.
b.. A Geografia Humana estuda o homem em que vivemos.
c.. O Brasil é um país muito aguado pela chuva.
d.. Na América do Norte tem mais de 100.000 Km de estradas de ferro cimentadas.
e.. Oceano é onde nasce o Sol; onde ele nasce é o nascente e onde desce decente.
f.. Na América Central há países como a República do Minicana.
g.. A Terra é um dos planetas mais conhecidos no mundo.
h.. As constelações servem para esclarecer a noite.
i.. As principais cidades da América do Norte são Argentina e Estados Unidos.
j.. Expansivas são as pessoas tangarelas.

Essa vale prêmio:
O clima de São Paulo é assim: quando faz frio é inverno; quando faz calor é verão; quando tem flores é primavera; quando tem frutas é outono e quando chove é inundação!


*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:16 AM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 12:14 AM



terça-feira, junho 10, 2003




*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:07 PM



*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:02 PM


Errinho de cálculo... e a conta sai 6 mil vezes mais cara.

Oi! Você gosta de Matemática? E de Internet, você gosta? Sabia que a lentidão nos downloads pode ser resultado de um conjunto de cálculos matemáticos mal feitos?
Isso mesmo: a internet está usando "as equações erradas (ou pelo menos os algorítmos inadequados)" para resolver o problema do cálculo da velocidade de transmissão de dados e isso faz com que, mesmo melhorando as linhas de transmissão, os downloads demorem. Mas há gente revendo esses cálculos e com boas notícias:
"Os tempos dos downloads intermináveis e usuários impacientes podem estar perto do fim.
Um grupo de cientistas do Caltech - Instituto de Tecnologia da Califórnia - divulgou o resultado preliminar de testes com uma versão alterada do protocolo TCP, um dos pilares da internet.
Eles mostraram que a capacidade de download aumentou 6 mil vezes, mesmo em linhas convencionais, o que permitiria que um filme inteiro fosse baixado em questão de segundos.
O novo protocolo Fast TCP inova ao medir corretamente a lentidão da rede e se ajustar à velocidade máxima suportada pela conexão.
O TCP atual, em contraste, opera com pacotes de dados de tamanho fixo - cerca de 1.500 bytes - e um algorítmo de transmissão de pacotes criado nos anos 70, que reduz a velocidade da conexão à medida que a necessidade de reenvio de dados se torna freqüente."
É a velha e boa Matemática ajudando o Homem a corrigir problemas reais apenas consertando os cálculos. E do Homem perdendo Tempo e Dinheiro porque não gosta de Matemática! Ehehehe...

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:02 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 2:46 PM


*Publicado por Dhuvi-Luvio 2:45 PM


Já pensaram como seria se os consultores sentimentais das revistas femininas fossem homens? Eis alguns dos conselhos que provavelmente seriam dados:

Questão: O meu marido insiste em ter relações sexuais comigo e com a minha irmã ao mesmo tempo.
Conselho: O seu marido claramente é devoto a você. Não consegue estar sem você e, por isso, às vezes sente necessidade de recorrer a melhor coisa que existe no mundo além de você: a sua irmã. Longe de ser um problema, este comportamento pode contribuir grandemente para a união familiar. E, sendo assim, por que não envolver também algumas primas? Se você ainda continua apreensiva sobre esta questão, então deixe-o ter sexo com as suas primas e, enquanto isso, saia, compre-lhe um presente caro e prepare-lhe uma boa refeição.


Questão: O meu marido sai muitas noites por semana com os amigos.
Conselho: Isto é um comportamento perfeitamente natural e deve ser encorajado. O homem é um caçador e precisa provar a sua aptidão perante os outros homens. Longe de ser agradável, uma noite com os amigos é algo extremamente estressante, e voltar para casa um é alivio. Repare na expressão de alegria que ele ostenta quando chega em casa. Compre-lhe um presente caro e prepare-lhe uma boa refeição... E nunca, mas nunca, mencione que não gosta que ele saia.


Questão: O meu marido não sabe onde fica o meu clitóris.
Conselho:O seu clitóris não diz respeito ao seu marido. Se você tiver mesmo que mexer constantemente no seu clitóris, faça-o quando
estiver sozinha. Para aliviar a sua culpa por ser tão egoísta, compre-lhe um presente caro e prepare-lhe uma boa refeição.


Questão: O meu marido não tem interesse nenhum nas preliminares.
Conselho: Preliminares são muito dolorosas para o homem. O que acontece, em verdade, que você não ama o seu marido tanto quanto devia e obriga-o a um esforço suplementar para despertar em você o desejo sexual. Deixe de ser egoísta e, para compensar, compre-lhe um bom presente e prepare-lhe uma boa refeição.


Questão: O meu marido nunca me fez atingir o orgasmo.
Conselho: O orgasmo feminino é um mito concebido e fomentado por feministas que não dão valor à união familiar. Não volte a mencionar esta questão ao seu marido e, para lhe demonstrar o seu afeto, compre-lhe um presente caro e prepare-lhe uma boa refeição.


Questão: Como saberei se estou pronta para o sexo (Esta ainda não casou)?
Conselho: Pergunte ao seu namorado. Ele, e só ele, saberá quando a hora exata chegar. No que diz respeito a amor e sexo, os homens são em regra mais responsáveis, porque, ao contrário das mulheres, não se deixam perturbar por confusões de ordem emocional.


Questão: Deverei ter sexo no primeiro encontro?
Conselho: SIM. Ou, se possível, antes.


Questão: O que acontece exatamente durante o ato sexual?
Conselho: Mais uma vez, cabe inteiramente ao homem decidir. A coisa mais importante a ser lembrada é que você dever fazer tudo o que ele disser, sem contestar ou sem se recusar a seja o que for. Se, por acaso, alguma das coisas que o seu parceiro lhe pedir para fazer parecer-lhe algo estranho, faça-a assim mesmo para o seu próprio bem.


Questão: Quanto dever durar o ato sexual?
Conselho: Não existe uma duração média definida. De qualquer forma, qualquer relação acima de 2 minutos é bastante boa. Qualquer coisa abaixo disso a culpa sua, que está precipitando o seu marido. Depois de terminar, se o seu marido sentir um desejo natural de deixá-la sozinha e sair com os amigos para beber umas, não se sinta abandonada e, enquanto ele está fora, contribua para a harmonia familiar, limpando a casa, lavando suas (dele) roupas e, claro, preparando-lhe uma boa refeição e depois, comprando um presente caro pra ele.


Questão: O que fazer após o sexo?
Conselho: Após fazer amor, o homem necessita recuperar as suas energias masculinas. O "Pós-Sexo" inclui uma lista de coisas que devem ser feitas pela companheira: preparar-lhe um sanduiche ou uma pizza, acender-lhe o cigarro, trazer-lhe umas cervejas ou deixá-lo dormir em paz, enquanto sai e lhe compra um presente caro e prepara uma boa refeição.


Questão: O tamanho do pênis tem alguma importância?
Conselho: SIM. Embora as mulheres pensem que o importante é qualidade e não quantidade, estudos científicos provam que não é bem assim. Qualquer pênis que, quando ereto, tenha mais de 7cm está acima da média. Algo maior do que isso é extremamente raro e você devera juntar as mãos para o céu em sinal de agradecimento. Para mostrar o seu agrado, lave, passe, compre um presente caro e, por fim, prepare-lhe uma boa refeição.


*Publicado por Dhuvi-Luvio 2:43 PM




*Publicado por Dhuvi-Luvio 2:14 PM


segunda-feira, junho 09, 2003





Casas: Chico Buarque de Hollanda/ cobertura duplex no Leblon

"É a primeira vez que moro sozinho".
Distraído, demorou quase um mês para mudar o recado da secretária eletrônica, que atendia ainda com o número antigo. Os compromissos, os shows, as horas no estúdio para acompanhar as gravações do cd ao vivo, viraram desagradáveis empecilhos que o mantinham longe da arrumação dos livros, que ele adora – uma vez ligou para o amigo Erica Nepomuceno perguntando do lado de quem ele queria ficar na estante-, da curtição de ficar no estúdio, escorregar para o terraço ou simplesmente curtir o novo lar. Quando ainda morava na casa da Gávea com a família tinha um estúdio colado na casa. “Lá era o meu canto. Agora, a casa toda aqui é o meu canto. Pela primeira vez estou curtindo coisas de casa, objetos, arrumação. Nunca me preocupei com isso antes”.
Com a desistência das esculturas, Chico comprou uma bela tela de Daniel Senise. Com orgulho, mostra a quem entra sua aquisição (“a primeira obra de arte que compro”), um quadro grande que ocupa a meia parede do lado esquerdo da porta de entrada. É um quadro sem título, que tem no centro a figura de um macaco, com estilhaços de madeira em toda a sua volta. Chico botou nome no quadro: macaco em loja de louça.

Na sala, livros de música, de arquitetura, de arte, livros sobre Vinícius, livros de fotos de Sebastião Salgado, livros sobre a obra de Oscar Niemeyer. No estúdio, além das estantes repletas de livros, fotos emolduradas na parede sobre o piano, ele com os amigos Vinícius e Tom, (...), ele com Bob Marley.

Chico cozinheiro Chico sabe fazer dois pratos que aprendeu na Itália. “Um é o pesto, só que o pesto hoje em dia ficou banalizado, todo mundo faz pesto. Quando eu fazia pesto era novidade. Era dificílimo arranjar manjericão nessa época. Eu ia para a Rocinha, as pessoas achavam que eu estava subindo para comprar cocaína, maconha. Mas lá tinha uma vendinha onde tinha majericão. Tinha que ser fresco. Eu agora tenho aqui em casa, plantado. O outro prato é uma variante do carbonara, e leva muita pimenta". Chico não é exigente para comida. Uma sopa em casa, que a empregada deixou pronta, um sanduíche.

(Chico Buarque, de Regina Zappa – trecho)

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:24 PM


"Amor de verdade recomeça do nada, recomeça do “não”... Amor não são só beijos, abraços e noites de sexo alucinante. Amor é aquele que não acaba mesmo quando a grana falta, quando você não está a fim de fazer caras e bocas somente para agradar – o amor supera a cara feia, o “hoje estou de chico”, supera o “lava que eu enxugo”, supera o “vou sair com os amigos”, supera o “ser você mesmo”, supera acordar com a cara amassada – o amor supera...
Amor não acaba por dúvidas bobas, mas o amor está sujeito a se confundir no meio do caminho... Quem é que não se confunde nesta vida? O amor às vezes parece não ser o suficiente para continuar, e aí é que o amor pode provar que vale a pena, é aí que ele pode tomar embalo e recomeçar de novo – mais forte e maior ainda do que jamais foi...(...) Quero que nosso amor saiba acabar e recomeçar todos os dias... Hoje ainda maior do que foi ontem... "

*Publicado por Dhuvi-Luvio 6:16 PM





Nome : Dhuvi-Lúvio
Local: Batel-Pr
Email para mim


EM CURITIBA

Links
Antigos

Powered by Blogger
Site Meter